terça-feira, 29 de março de 2016

Mini-Pizzas com base de atum - Low Carb

Depois de uma Páscoa muittooo docinha, tenho de retomar novamente a "dieta" (comida menos calórica por assim dizer).

Esta receita eu já a tinha visto à mito tempo mas ainda não tinha experimentado. Como é normal, fiz pequenas alterações =)

O resultado foi muito agradável... Se quiserem, podem usar a base como espécie de hambúrguer. Basta não colocar nada a rechear!
Eu fiz mini-pizzas mas podem usar o preparado e fazer uma pizza só.

Espero que gostem!!!


Ingredientes

2 latas de atum de azeite
2 ovos
100g de queijo (usei queijo da ilha)
1 lata pequena de cogumelos
1/2 lata pequena de milho
Polpa de tomate q.b.

Receita

Colocar o queijo no copo e programar 10 segundos/ velocidade 9. Retirar e reservar.
Colocar os ovos, o atum e 50g do queijo reservado e programar 10 segundos/ velocidade 5. Baixar o que ficou nas paredes do copo e programar mais 10 segundos/ velocidade 5.
Forrar o tabuleiro de forno com papel vegetal. Com a ajuda de um aro de metal dar o formato das bases (como já disse podem fazer uma pizza só).


Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 10 minutos. Retirar e rechear - polpa de tomate a gosto, cogumelos, milho e polvilhar com o restante queijo. 
Levar novamente ao forno a gratinar cerca de 10 minutos. 




Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

segunda-feira, 28 de março de 2016

Folar integral

Pesquisei, pesquisei... e receitas de folar relativamente menos calórico, nada...

Então decidi adaptar uma receita... E saiu este folar! Como não coloquei ovo a decorar, ficou com aspecto tipo fogaça! Muito boa de sabor aviso já =) E menos calórico que as receitas tradicionais!!



Ingredientes

2 ovos
100g de açúcar amarelo
50g de manteiga de soja
50g de sumo de laranja
150g de queijo quark 0% gordura
30g de fermento de padeiro fresco
40g de leite
300g de farinha de trigo tipo 65
300g de farinha de trigo integral
1 colher de sopa de erva-doce
1 gema para pincelar

Receita

Colocar no copo os ovos, o açúcar, a manteiga e o sumo. Programar 5 minutos/ temperatura 37º/ velocidade 3.
Adicionar o queijo, o fermento e o leite e programar 1 minuto/ velocidade 3.
Adicionar as farinhas e a erva-doce e programar 40 segundos/ velocidade 3. De seguida programar 2 minutos/ velocidade espiga.
Retira do copo para um tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha. Formar uma bola e deixar levedar em local morno até dobrar de volume.
Dividir a massa em 2 (caso queira fazer 2 folares), e com cada bocado de massa, formar 2 bolas. Pincelar com a gema de ovo batida e deixar levedar novamente cerca de 30 minutos. 
Levar ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 30-40 minutos.

Receita adaptada do Livro Bimby Massas e Doces

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

Bolo de Páscoa

Antes de mais espero que tenham tido uma boa Páscoa... A minha foi a trabalhar mas mesmo assim deu para fazer uns docinhos.

Este bolo foi feito para os meus colegas de trabalho... Afinal de contas, apesar de estarmos a trabalhar, também temos direito =)

Bolo de massa de pão-de-ló com recheio de creme de pasteleiro e cobertura de creme de avelã!



Ingredientes

12 ovos
360g de açúcar amarelo
2 colher de sopa de essência de baunilha
240g de farinha
1 pitada de sal
1 colher de chá de fermento para bolos
45g de Maizena
40g de manteiga magra
550g de leite
1 embalagem de creme de avelã (tipo Nutella)
Amêndoas para decorar

Receita

Para o bolo
Pré-aquecer o forno a 180º. Untar com manteiga uma forma com cerca de 20cm de diâmetro (a minha era de 24 e ficou muito baixo) e polvilhar com farinha.
Adaptar a borboleta e colocar no copo 8 ovos, 240g de açúcar e 1 colher de sopa de essência de baunilha. Bater 10 minutos/ temperatura 37º/ velocidade 4.
Adicionar a farinha, o fermento e uma pitada de sal e mistura 5 segundos/ velocidade 3. Envolver com a ajuda da espátula e verter o preparado na forma. Levar ao forno cerca de 20-25 minutos.

Receita adaptada no Portal de Receitas Bimby

Para o recheio
Colocar o leite, 4 ovos, 120g de açúcar, a maizena, a manteiga e 1 colher de sopa de essência de baunilha. Programar 10 minutos/ temperatura 90º/ velocidade 4. Retirar e reservar. Utilizei 2 frascos de vidros esterilizados para guardar.

Receita retirada de www.cocoebaunilha.com

Quando o bolo já tiver frio, desenformar e cortar o bolo na horizontal. Rechear com o creme de pasteleiro e voltar a montar a parte de cima do bolo. Barrar com o creme de avelã.
Colocar algum creme de pasteleiro num saco de pasteleiro e enfeitar o bolo a gosto.

A receita original do bolo base não leva fermento e por isso o bolo fica baixinho e algo massudo. Para alem disso, pede uma forma de 24 cm, o que no meu ver é larga demais se queremos um bolo relativamente alto para cortar e rechear. Assim, recomendo o uso de uma de 20 cm, por exemplo.

Espero que gostem!!

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

quarta-feira, 23 de março de 2016

Risotto de atum e cogumelos

Ontem como fui fazer noite, tive de pensar numa receita rápida de ser feita... Tinha cogumelos e atum (coisas que por norma não faltam cá em casa) e pesquisei o que havia de fazer com eles... Então cheguei a esta receita! E digo-vos... recomendo.

Rápida, fácil, económica e muito boa.



Ingredientes

50g de queijo da Ilha
30g de azeite
150g de cogumelos
1 colher de chá de tomilho
150g de cebola
50g de vinho branco
1 caldo de peixe
850g de água
Sal q.b.
300g de risotto (usei agulha)
220g de atum
Tomilho para polvilhar

Receita

Colocar o queijo no copo limpo e seco e programar 10 segundos/ velocidade 9. Retirar e reservar.
Colocar 10g de azeite, o tomilho e os cogumelos e refogar 5 minutos/ temperatura 120º/ velocidade colher. Retirar e reservar.
Colocar 20g de azeite e  e a cebola e picar 5 segundos/ velocidade 5. Refogar 5 minutos/ temperatura 120º/ velocidade 1. Acrescentar a água, o vinho, o caldo de peixe, o sal e o arroz e envolver com a ajuda da espátula. Cozinhar 8 minutos/ temperatura 100º/ velocidade 1 (cozinhei 10 minutos por ser arroz agulha). Envolva novamente com a ajuda da espátula de forma a soltar o arroz do fundo do copo e cozer mais 8 minutos/ temperatura 100º/ velocidade 1.
Retirar para o recipiente onde vai ser servido. Acrescentar o atum, os cogumelos e o queijo. Envolver muito bem e servir polvilhado com tomilho. 



Receita da Revista Momentos de Partilha nº 43/ Junho 2014.

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

Trança de erva-doce

A primeira vez que fiz esta receita devo admitir... não ficou muito bem. Quando a massa ainda grudava muito ao copo, fui acrescentando farinha... Resultado... a massa praticamente não cresceu e ficou muito dura.
Contudo, desta vez segui a receita à risca (ou quase) e o resultado foi muito bom =)

Esta trança saiu com o objectivo de adoçar a boca das minhas colegas do trabalho!
E acho que consegui =)

Como coloquei erva-doce, ficou com um saborzinho a Páscoa!!!



Ingredientes

300g de leite
50g de creme vegetal
20g de fermento de padeiro fresco
550g de farinha tipo 65
60g de açucar amarelo/mascavado
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de erva-doce
1 colher de sopa de canela 
1 ovo

Receita

Colocar no copo o leite, o creme vegetal, o fermento e o açúcar e aquecer 3 minutos/ temperatura 37º/ velocidade 2. Adicionar a farinha, o sal, a erva-doce e a canela e programar 3 minutos/ velocidade espiga.
Retirar a massa para um recipiente grande (coloquei num recipiente de plástico) e cobrir com película aderente e deixar repousar em local morno cerca de 1 hora ou até dobrar de volume.
Dividir a massa em 3 e fazer três rolos com aproximadamente 45cm. Uni os três rolos em uma das extremidades e depois fazer uma trança com eles. Colocar no tabuleiro de forno forrado com papel vegetal (usei tapetes de silicone) e deixar levedar novamente em local morno cerca de 30 minutos. 
Pré-aquecer o forno a 180º.
Após findo o tempo de levedura, pincelar com o ovo e levar cerca de 25-30 minutos a cozinhar. 




Deixar arrefecer sobre uma rede antes de partir.
Fatiar e servir com compota a gosto =)

Receita adaptada do Portal de Receitas Bimby

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados


segunda-feira, 21 de março de 2016

Bacalhau com puré de legumes

Hoje dei asas à imaginação... Fiz um puré, juntei 2 postas de bacalhau, uma cebolinha com azeite por cima e pronto... Jantar a sair... Ficou muito bom... e pouco calórico :) eu acho =)




Ingredientes

2 postas de bacalhau
500g de mistura de legumes (brócolos, couve-flor e cenoura)
2 ovos
50g de leite
1 cebola pequena
15g de azeite
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Noz-moscada q.b.
1000g de água

Receita

Colocar no copo cerca de 1000g de água e posteriormente o cesto com o bacalhau e os ovos. Na varoma colocar a mistura de legumes temperados com sal. Programar 30 minutos/ temperatura varoma/ velocidade 3.
Num pirex colocar o bacalhau e deixar os ovos arrefecer. No copo limpo colocar a mistura de legumes, pimenta, noz-moscada a gosto e o leite. Programar 30 segundos/ velocidade 4. Baixar o que ficou nas paredes do copo e voltar a programar 30 segundos/ velocidade 4-5-6.
Acrescentar ao pirex. No copo vazio, colocar o azeite e a cebola cortada em rodelas finas e programar 10 minutos/ temperatura 100°/ velocidade colher. No entretanto descascar os ovos, cortar em rodelas e dispor sobre o bacalhau e o puré. Terminado o preparado da Bimby, verter sobre os ovos e levar a gratinar ao forno pré-aquecido a 200°, durante 15 minutos.

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados


sábado, 19 de março de 2016

Cheesecake de morango light

Na publicação anterior coloquei umas mini-tartes cuja base foi feita com aveia e banana (muito boas por sinal). Hoje quis experimentar fazer um cheesecake com a mesma base e utilizar um receita de mousse light que achei que iria ficar bem. O resultado foi este...


A repetir certamente... 

Ingrediente

Para a base
150g de flocos de aveia
50g de mel
2 bananas grandes
Canela a gosto

Para o recheio
250g de maça
1 pacote de gelatina 0% açúcar de morango
250g de água (100g de água quente e 150g de água fria)
500g de queijo quark 0% gordura

Cobertura
Compota de frutos vermelhos q.b. (usei uma que tinha feito na Bimby)

Receita

Pré-aquecer o forno a 180.
Triturar as bananas com o mel - 15 segundos/ velocidade 9. Baixar o que ficou nas paredes do copo e programar mais 15 segundos/ velocidade 9. Acrescentar a aveia e a canela e misturar com a espátula. Forrar o fundo de uma forma de fundo amovível com o preparado e levar ao forno 15 minutos e deixar arrefecer.



No copo limpo colocar a maça, o queijo e programar 30 segundos/ velocidade 9. No entretanto preparar a gelatina com a água. Acrescentar ao preparado do copo e programar 15 segundos/ velocidade 9. Coar com um passador de rede fina. Verter o preparado sobre a base de aveia e banana completamente arrefecida, e levar ao frio cerca de 3 horas. Quando for servido, colocar compota por cima.

Para o recheio usei uma receita que tinha feito para uma espécie de mousse. Na altura foi mousse de ananás e usei na mesma a maça pois acho que fosse usar ananás ou morangos neste caso, iria ficar muito liquido. Como a maça triturada fica tipo pasta, no meu ver fica muito bem. Contudo, podem sempre experimentar fazer com a fruta igual à gelatina que utilizarem. Se quiserem fazer mousse, a receita é a mesma só não leva a base de aveia e a cobertura. 


Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados




quarta-feira, 16 de março de 2016

Mini-tarte de iogurte e chocolate

Encontrei esta receita enquanto percorria o meu Facebook e achei-a muito interessante.
A base é feita com ingredientes relativamente saudáveis e o recheio pode ser feito a gosto. Para além de que é rápida de fazer e no meu caso, ficou bonita para o acompanhamento de um café na casa dos sogros =)



Ingredientes

150g de flocos aveia
2 bananas grandes
50g de mel
Canela a gosto
100g de queijo quark 0% gordura
100g de chocolate culinário
2 colheres de sopa de iogurte
Enfeites a gosto

Receita

Pré-aquecer o forno a 180º.
Triturar as bananas com o mel - 15 segundos/ velocidade 9. Baixar o que ficou nas paredes do copo e programar mais 15 segundos/ velocidade 9. Acrescentar a aveia e a canela e misturar com a ajuda da espátula. Forrar formas de queques com o preparado (eu coloquei cerca de 2 colheres de sopa em cada forma e com ajuda do fundo de um copo dei o formato da forma). Levar ao forno cerca de 10-15 minutos. Deixar arrefecer antes de desenformar.
No copo limpo, colocar o queijo e programar 5 minutos/ temperatura 90º/ velocidade 1. Acrescentar os chocolate partido em bocado e deixar derreter uns segundos. Com a espátula mexer bem até o chocolate derreter na totalidade.
Rechear as formas de aveia com o chocolate e o iogurte e levar ao frigorífico cerca de 1-2 horas .
Usei o iogurte em uma das formas porque o chocolate não foi suficiente para todas. Se quiser apenas rechear com chocolate, recomendo que coloque 150g de queijo e 150g de chocolate. Importante dizer que com iogurte também fica muito bom.
Decorar a gosto. Eu coloquei estes enfeites mas podia ser fruta por exemplo.
Esta base de aveia pode ser utilizada por exemplo para chesecakes em substituição da bolacha - mais saudável e menos calórico.

Espero que gostem tanto quanto eu =)



Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

Cozinhando a vapor - Francesinha

E para os sogrinhos ontem saiu... Francesinha semi-light =)



Ingredientes para 4 francesinhas

2 cebolas
2 dentes de alho
50g de azeite
2 caldos de carne
250g de polpa de tomate
20g de molho inglês
330g de cerveja
150g de vinho branco
50g de wisky
2 colheres de sopa de mostarda
30g de maizena
100g de água
8 fatias de pão de forma
4 bifes grandes de frango
4 fatias de fiambre
8 fatias de chourição
4 linguiças
16 fatias de queijo
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Piri-piri q.b.

Receita

Colocar no copo as cebolas, os alhos e o azeite e picar 6 segundos/ velocidade 3,5. Programar 7 minutos/ temperatura 100º/ velocidade 1. Acrescentar todos os restantes ingredientes excepto a maizena e a água, e tapar o copo. Na varoma colocar as linguiças e no tabuleiro da varoma previamente forrado com papel vegetal, colocar os bifes de frango temperados com sal e pimenta a gosto - programar 20 minutos/ temperatura varoma/ velocidade 1. Retire a varoma e ao preparado do copo acrescentar a maizena dissolvida na água e programar 5 minutos/ temperatura 100º/ velocidade 1. Triturar tudo 1,30 minutos/ velocidade 5-7.
Montar a francesinha, colocar as fatias de queijo por cima e regar com o molho.



Humm... muito bom!!!

Eu pessoalmente não gosto da francesinha muito cheia. Se quiserem mais enchidos na francesinha, é só juntar às linguiças na varoma.
Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

terça-feira, 15 de março de 2016

Bolo de courgete e coco

Como tinha dito num post anterior, uma vez feita a farinha de soja, tinha de experimentar. Tendo algumas courgetes em casa, decidi fazer está receita...
Afinal a courgete não serve apenas para sopas ou acompanhamentos...
Também dá para fazer doces =)

Fica uma breve informação acerca da courgete...

“Vulgarmente conhecida e classificada como hortícola, em termos botânicos a courgete é considerada um fruto pertencente à família das cucurbitáceas, a mesma família da melancia, melão, abóbora e pepino. Hoje em dia pode ser adquirida em qualquer altura do ano, contudo é entre os meses de maio e de julho que a courgete pode ser encontrada com maior facilidade.

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL

Tabela de composição nutricional (100 g de Parte Edível)

Courgete Crua
Energia (kcal)
17
Proteínas (g)
1.6
Gordura (g)
0.3
Hidratos de carbono totais (g)
2
Fibra (g)
1
Vit. C (mg)
17
Folatos (mg)
41
Potássio (mg)
248
Sódio (mg)
3
Cálcio (mg)
22
Magnésio (mg)
20

mg = miligramas. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios.
Fonte: Porto A, Oliveira L. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006, pág. 98-99

VANTAGENS E DESVANTAGENS:

Até à data, a courgete não foi muito estudada no que respeita aos seus benefícios, contudo e apesar destas limitações na pesquisa, existem benefícios para a saúde bem documentados. 
Um dos benefícios da courgete que está muito bem documentado é a sua capacidade antioxidante. Por ser uma óptima fonte de magnésio e vitamina C, tal como de vitamina A ecarotenoides, a courgete fornece-nos uma boa combinação de nutrientes que possuem capacidades antioxidantes. Tal como na cenoura, esses antioxidantes ajudam especialmente na protecção dos olhos, protegendo-nos contra a degeneração macular relacionada com a idade e as cataratas.
Para além dos nutrientes que possuem capacidade antioxidante, a courgete apresenta uma vasta lista de nutrientes responsáveis pela regulação do açúcar no sangue, tal como vitaminas do complexo B, (folatos e as vitaminas B6, B1, B2 e B3), magnésio, zinco e os ácidos gordos ómega-3. Também nos protegem contra o desenvolvimento de Diabetes Mellitus tipo 2.
As sementes e os óleos extraídos das sementes da courgete também apresentam benefícios para a nossa saúde, pois apresentam propriedades antimicrobianas.

COMO COMPRAR E CONSERVAR:


No momento da compra deve escolher aquelas que tiverem um maior peso e cuja casca não seja muito dura, pois poderá significar que a courgete está muito madura ou que tem sementes muito duras.
Deverá também ter em atenção o tamanho das courgetes, optando por aquelas que apresentam uma dimensão média, uma vez que as que são excessivamente grandes e as que têm tamanho reduzido podem ser fibrosas e menos saborosas.
Se pretender armazenar durante um período de aproximadamente sete dias, procure conservar a courgete no frigorífico, dentro de um saco de plástico. Se quiser alargar ainda mais a sua conservação, o congelamento parece ser uma boa opção, contudo deve ser feito apenas após cortar a courgete em rodelas e a cozinhar durante cerca de três minutos. Já foi provado que o processo de congelamento da courgete permite a retenção da actividade antioxidante deste vegetal."

In https://saboreiaavida.nestle.pt/alimentacao/alimentos/140/courgette/



Ingredientes

4 ovos
500g de courgete
200g de farinha de trigo integral
200g de farinha de soja (podem substituir por farinha de trigo para bolos)
100g de coco ralado
100g de açúcar amarelo
1 iogurte de coco
1 colher de chá de bicarbonaro de sódio
1 colher de sopa de fermento
1 colher de sopa de canela

Receita

Lavar bem a courgete, partir em pedaços e colocar no copo da Bimby programando 5 segundos/ velocidade 5. Retirar e reservar.
Colocar no copo os ovos, o açúcar e programar 1 minuto/ velocidade 4. Adicionar o iogurte e programar 30 segundos/ velocidade 4. Acrescentar as farinhas, o coco, o bicarbonato, o fermento e a canela e programar 2-3 minutos/ velocidade 4. Levar ao forno pré-aquecido a 180º numa forma previamente untada com azeite e polvilhada com farinha, durante 40 minutos. Faça o teste do palito antes de tirar o bolo do forno para ver se está cozido.

Para os mais gulosos, recomendo que coloquem mais açúcar =)




Receita adaptada do blogue http://sweet-gula.blogspot.pt/2013/04/bolo-de-courgette-e-coco.html

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

Cozinhando a vapor - Gratinado de frango com camarão e legumes

Quando criei este blogue o intuito era colocar as várias receitas que ia fazendo... tanto de receitas já existente como as minhas adaptações. Como gosto muito de pesquisar receitas relacionadas com a Bimby, fui-me apercebendo que a maioria das receitas eram assim como que bastantes calóricas =) 
Então decidi tentar colocar aqui receitas mais saudáveis e que pudessem ser feitas a vapor, para rentabilizar muito mais a Bimby!
Vão ver que nem todas as receitas têm estas características, mas por vezes também é preciso =)
Esta receita resultou da falta de ideias para o jantar de ontem e portanto foi inventada. Contudo até resultou muito bem!!


 
Ingredientes

2 peitos de frango partidos em pedaços pequenos
200g de camarão
750g de legumes vários (usei a mistura de legumes gourmet do Lidl)
100g de creme de soja
100g de queijo ralado
1000g de água
Sal q.b.
Pimenta q.b.

Receita

Colocar no copo a água e posteriormente o cesto com os camarões dentro. 


Na varoma colocar a mistura de legumes e no tabuleiro da varoma previamente forrado com papel vegetal, colocar o frango e temperar com sal e pimenta a gosto. 



Programar 30 minutos/ temperatura varoma/ velocidade 1. Verificar se o frango está cozido.
Retirar os camarões para um pirex, acrescentar os legumes e misturar tudo. No copo vazio colocar o frango e desfiar 5 segundos/ colher inversa/ velocidade 4. Acrescentar ao pirex e voltar a misturar. Colocar o creme de soja por cima, mexer e polvilhar com o queijo ralado
Levar ao forno pré-aquecido a 200º cerca de 20 minutos ou até gratinar. 



Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

segunda-feira, 14 de março de 2016

Biscoitos de amêndoa e coco

Para usar a farinha de soja... sai a primeira receita =)



Ingredientes

125g de amêndoas sem pele, mais para decorar
125g de coco ralado
100g de açúcar amarelo
2 colheres de sopa de farinha de soja
2 claras de ovo
1 colher de sopa de canela

Receita

Colocar as amêndoas e o coco ralado no copo e programar 10 segundos/ velocidade 8. Retirar e reservar.
Pulverizar o açúcar 20 segundos/ velocidade 9. Retirar e misturar com as amêndoas/coco, a farinha e a canela.
Adaptar a borboleta ao copo limpo e seco e bater as claras 2 minutos/ velocidade 3,5.
Adicionar o preparado anterior às claras em castelo e envolver delicadamente com a ajuda da espátula.
Com duas colher de sopa distribua a massa em montinhos, num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal.

Sobre cada montinho colocar uma amêndoa pelada.
Leve ao forno cerca de 20 minutos, ou até que os biscoitos comecem a ficar dourados.

Receita adaptada do blogue http://sweet-gula.blogspot.pt/2015/04/almendrados.html

Ficaram muito bons! Pouco doces e algo húmidos, como gosto =)

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados


Farinha de Soja

Nos dias que correm ouve-se falar muito de soja... Tanto por pessoas que se encontram em dieta ou a tentar adotar hábitos de vida saudáveis bem como por pessoas com intolerância à lactose! 
Quer seja em grão, leite, farinha ou derivados, o que é certo é que a sua utilização é cada vez maior.

Eu pessoalmente aprecio mas também conheço pessoas que nem por isso...


Seguidamente fica um breve texto sobre a soja e os seus benefícios:

“A soja  (Glycine max), também conhecida como feijão-soja e feijão-chinês, é uma planta pertence à família Fabaceae, família esta que compreende também plantas como o feijão, a lentilha e a ervilha. É empregada na alimentação humana (sob a forma de óleo de soja, tofu, molho de soja, leite de soja, proteína de soja, soja em grão etc.) e animal (no preparo de rações). A palavra "soja" vem do japonês shoyu. A planta é originária da China e do Japão. É um grão rico em proteínas. Dentre os sais minerais, os mais presentes são: potássio, cálcio, magnésio, fósforo, cobre e zinco. É fonte de algumas vitaminas do complexo B, como a riboflavina e a niacina, e também em vitamina C (ácido ascórbico). Porém é pobre em vitamina A e não contém vitamina D e B12.

Além destes nutrientes, a soja contém a isoflavona, também chamada de fitoestrógenio, que actua na prevenção de doenças crónico-degenerativas como o câncer de mama, de cólon de útero e de próstata. Sua estrutura química é semelhante ao estrogénio e, por isso, é uma substância capaz de aliviar os efeitos da menopausa e da tensão pré-menstrual.

As fibras dietéticas solúveis e insolúveis presentes na soja contribuem para a manutenção do nível glicémico e para a melhora da sensibilidade à insulina, e por apresentar baixo índice glicémico é relevante na prevenção e tratamento de diabetes e obesidade. O grão ainda possui ácido fítico, também chamado de Fitato.

Os fitatos são considerados fatores antinutricionais, pois reduzem a biodisponibilidade no organismo, de alguns minerais como cálcio, ferro, magnésio, manganês, cobre e zinco, principalmente. Porém, na última década, estudos demonstraram que os fitatos também actuam como potentes agentes antioxidantes  (prevenindo a oxidação ou envelhecimento das células), cumprindo assim uma função importante na redução dos riscos de inúmeras doenças crónicas e degenerativas, como alguns tipos de câncer e artrites. “


A receita que se segue - de como fazer farinha de soja - já andava para a fazer há algum tempo mas como requer alguma disponibilidade de tempo, só ontem a consegui fazer =) 

"O que é a farinha de soja? Tradicional na cozinha japonesa, a farinha de soja pode ser classificada como integral (também conhecida como Kinako) ou como farinha de soja torrada. Enquanto a primeira é produzida a partir do grão de soja torrado e moído, a segunda é obtida através do tratamento térmico dos grãos, que são fervidos por alguns minutos e posteriormente mergulhados em água fria (tratamento por choque térmico).Ambas as farinhas possuem todos os benefícios da soja e também são uma óptima fonte de proteínas e outros nutrientes importantes.

Para que Serve a Farinha de Soja? Obtida comercialmente a partir dos grãos de soja seleccionados e desengordurados, a farinha de soja serve para aumentar o valor nutricional de diversas receitas, sobretudo aquelas com poucos alimentos integrais (bolos com farinha branca, por exemplo). Além de poder ser utilizada no preparo de leite vegetal, a farinha de soja pode também ser uma excelente alternativa às farinhas que contêm glúten – como é o caso da farinha de trigo e do farelo de aveia.
Seja em bolos, pães ou shakes, a farinha de soja é bastante versátil e pode ser encaixada no cardápio diário sem a necessidade de receitas complicadas ou que necessitem de muito tempo. Caso você não queira fazer uma receita somente com a farinha de soja, basta, por exemplo, substituir parte da farinha de trigo do pão pela farinha de soja."

In http://www.mundoboaforma.com.br/5-beneficios-da-farinha-de-soja-como-fazer-como-usar-e-receitas/

A soja pode ser já comprada em farinha mas como em tudo, é mais caro comprar a farinha do que comprar os feijões e fazer em casa.



Ingredientes
500g de feijão de soja
1500g de água

Receita 
Colocar a água no copo da Bimby e programar 15 minutos/ temperatura 100º/ velocidade 1. Findo este tempo, colocar os feijões no copo e programar 5 minutos/ temperatura 90º/ colher inversa/ velocidade colher. A temperatura não pode ser os 100º pois quando a água ferve, vem tudo por fora...
Escorrer a água com a ajuda do cesto e passar os feijões por água fria corrente, esfregando os mesmos para retirar as cascas. 
Colocar os feijões sobre um pano limpo e seco e deixar secar por 1 hora.



Colocar os feijões no tabuleiro do forno e levar ao forno por 50 minutos em temperatura baixa. Eu deixei estar cerca de 30 minutos a 150º mas como os feijões nunca mais secavam, aumentei a temperatura do forno para os 200º. Importante ir mexendo para não queimar. 
Retirar os feijões do forno e deixar arrefecer.



Colocar metade dos feijões no copo da Bimby (limpo e seco) e programar 30 segundos/ velocidade 10.
Peneirar a farinha para um recipiente hermético. Repetir o mesmo com o resto da farinha. 
Ao peneirar vai ficar pedaços maiores que não passam pelo coador. O que fiz foi voltar a colocar no copo da Bimby e pulverizar novamente. 

Agora é só usar =)


Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

domingo, 13 de março de 2016

Pavlova de chocolate com morangos

Antes de vos fornecer a receita tenho que dizer... Esta sobremesa é DIVINAL!!! A sério... não me lembro de comer sobremesa tão boa... É trabalhosa mas fica um delícia... =)))



Ingredientes

Para  a pavlova
8 claras de ovo
300 gr. de açúcar em pó 
3 colheres de sopa de cacau em pó
1 pitada de sal
colheres de sopa de farinha Maizena (amido de milho)
colheres de sopa de vinagre
500g de morangos q.b.
Topping de chocolate

Para o creme
250 gr de queijo creme (usei Mascarpone)
100 gr. de açúcar em pó aromatizado com cascas de limão
1 gema de ovo
1 pitada de sal

Receita

Pré-aquecer o forno a 180º.
Colocar 300 de açúcar no copo limpo e seco e programar 15 segundos/ velocidade 10. Retirar, misturar o cacau em pó com este açúcar e reservar. Colocar 100g de açúcar no copo, 3 cascas de limão (só a parte amarela) e pulverizar 15 segundos/ velocidade 10. Retirar e reservar.
No copo limpo e seco, adaptar a borboleta e adicionar as claras com uma pitada de sal. Bater as claras em castelo cerca de 6 minutos/ velocidade 4, sem o copo de medida na tampa.
De seguida, reduzir para a velocidade 3 e adicionar aos poucos a mistura de açúcar e cacau, a farinha Maizena e por último o vinagre. Bater mais uns segundos.

Deitar o preparado no tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal e untado com óleo. Usei uma forma de aro amovível, sem o fundo, tornando mais fácil moldar o bolo. Levar ao forno, reduzindo a temperatura para 150º, durante 1 hora. 



Quando terminado o tempo, deixe arrefecer ainda no forno. Convém estar totalmente frio para colocar o creme. Eu fiz de um dia para o outro esta parte.

No entretanto, para o creme... colocar no copo limpo e com a borboleta adaptada, o queijo, o açúcar aromatizado, a gema de ovo e uma pitada de sal. Bater 1 minuto/ velocidade 4.

Verter o preparado sobre a pavlova e decorar com os morangos e o topping!

De comer e chorar por mais =)

Receita adaptada do blogue http://sweet-gula.blogspot.pt/

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados




Patê de atum light

Continuando nas receitas de ontem... Confeccionei este patê seguindo a sugestão de uma amiga de utilizar o queijo creme. Com a utilização deste queijo em vez da maionese, conseguimos na mesma um patê muito saboroso e mais saudável. 



Ingredientes

1/2 cebola média
2 ovos cozidos
2 latas de atum
200g de queijo creme light
Sal e pimenta q.b.
1 colher de sopa de cebolinho/oregãos

Receita

Colocar tudo no copo e programar 30 segundos/ velocidade 5-7. Baixar o que ficou nas paredes e programar mais 15 segundos/ velocidade 5-7. Se virem que ainda não está com a consistência que desejam, podem acrescentar mais atum ou outro ovo e voltar a triturar tudo.
O tempero é muito importante para que o patê não fique insosso. 


Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados

Limonada de morango

Ontem foi dia de receber novamente amigos cá em casa... Aproveitar é quando podemos, certo? 
Para beber tinha pensado fazer limonada, mas com me sobraram uns morangos da sobremesa que tinha feito saiu uma limonada de morango. E que boa estava =))
É uma receita muito simples e rápida! 



Ingredientes

5 morangos médios
50g de açúcar (usei 18 gotas de stevia líquida)
2 limões bem lavados e partidos em quartos
1500g de água

Receita

Colocar os limões no copo da Bimby e triturar 30 segundos/ velocidade 10. Acrescentar 500g de água e misturar 15 segundos/ velocidade 5.
Colocar para um jarro. Novamente no copa da Bimby e sem lavar, colocar os limões, o açúcar e a restante água e dar 2 golpes de turbo de 1 segundo. Acrescentar este preparado ao do jarro e mexer com uma colher. Se quiserem mais fresco, podem acrescentar umas pedras de gelo.
E pronto, bebida feita =)

Bom Apetite!!!

Gostou da receita? Então partilhe com os seus amigos... e para estar sempre a par do que vai sendo publicado, clique em Seguir! Obrigada e bons cozinhados